ATUAÇÃO

Rodrigo participa de estréia de documentário produzido por moradores de conjuntos da CDHU

25 de novembro de 2017

Sete alunos apresentaram, no MIS – Museu da Imagem e do Som, neste último sábado (25/11), o vídeo que produziram durante oficina oferecida pela CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo (braço operacional da Secretaria de Estado da Habitação), em parceria com o museu. O “Condomínios da Memória” aborda a mudança no cotidiano de famílias que, antes, moravam em condições irregulares no cortiço Vila Itororó e, depois, foram contempladas com moradia nos conjuntos Bela Vista A e D, na Capital. A apresentação contou com a presença do secretário de Estado da Habitação, Rodrigo Garcia.

Foram 32 horas de aula do Projeto-piloto Cine Casulo em que os alunos tiveram uma formação teórica e prática sobre como operar equipamentos (câmeras, microfones, gravadores de som), como produzir roteiros para documentário, como entrevistar, noções de plano, corte e montagem. Assistiram e debateram a muitos documentários brasileiros e puderam refletir sobre assuntos semelhantes aos que queriam tratar no projeto-piloto.

O documentário de 40 minutos de duração foi produzido a partir de oito encontros que tiveram na oficina. Foram produzidas imagens de cobertura, entrevistas, trilha sonora, roteiro. Também participaram da edição das cenas da narrativa e, alguns foram até personagens. Câmeras profissionais digitais e semi-profissionais, fornecidas pelo MIS, foram utilizadas. Até o nome do vídeo foi dado pelo grupo.

Depois da exibição, houve um debate sobre os profissionais e participantes do projeto. Formaram a mesa: Daniel A. Rubio, documentarista de questões ambientais e sociais – Brasil e América do Sul; Ícaro San Carlo, Jéssica Brito e Liza Freitas, educadores do  MIS, Elen Cristina Souza Döppenschmitt, da Equipe Social CDHU, e os alunos da oficina Edivaldo Santos e Sergio D. Santana Freitas.

“O social da CDHU faz o trabalho de pós-ocupação muito próximo ao morador, sempre estão no conjunto e conversam bastante. O bom é que, além do que aprendemos com o trabalho do pós-ocupação, eles oferecem muitas oficinas: manicure, pedicure, recreação, palestras. Tomara que continuem com esse trabalho”, afirma o produtor do vídeo Edivaldo Santos, síndico do Bela Vista D.

O trabalho das assistentes sociais no empreendimento acabou há mais de três anos. Mesmo assim, ainda há atividades e interação do Poder Público com as famílias.

O “Condomínio das Memórias” será exibido também no dia 16 de dezembro, no Canteiro Aberto de Obras da Vila Itororó. Além de ser disponibilizado na internet, com perspectiva de distribuição para outros canais (TVTAL, TV Câmara, Cine Solar – circuito de exibição itinerante). Os participantes receberam certificado.

Projeto Cine Casulo
O projeto envolve a capacitação de moradores dos conjuntos habitacionais da CDHU em audiovisual. Eles aprendem técnicas de captação de imagens e áudio e de elaboração de roteiro para filmes documentários para que possam retratar a vida no pós-ocupação, isto é, como se constitui de fato o viver nos conjuntos habitacionais após a ocupação.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

Rodrigo participa de estréia de documentário produzido por moradores de conjuntos da CDHU

Sete alunos apresentaram, no MIS – Museu da Imagem e do Som, neste último sábado (25/11), o vídeo que produziram durante oficina oferecida pela CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo (braço operacional da Secretaria de Estado da Habitação), em parceria com o museu. O “Condomínios da Memória” aborda a mudança no cotidiano de famílias que, antes, moravam em condições irregulares no cortiço Vila Itororó e, depois, foram contempladas com moradia nos conjuntos Bela Vista A e D, na Capital. A apresentação contou com a presença do secretário de Estado da Habitação, Rodrigo Garcia.

Foram 32 horas de aula do Projeto-piloto Cine Casulo em que os alunos tiveram uma formação teórica e prática sobre como operar equipamentos (câmeras, microfones, gravadores de som), como produzir roteiros para documentário, como entrevistar, noções de plano, corte e montagem. Assistiram e debateram a muitos documentários brasileiros e puderam refletir sobre assuntos semelhantes aos que queriam tratar no projeto-piloto.

O documentário de 40 minutos de duração foi produzido a partir de oito encontros que tiveram na oficina. Foram produzidas imagens de cobertura, entrevistas, trilha sonora, roteiro. Também participaram da edição das cenas da narrativa e, alguns foram até personagens. Câmeras profissionais digitais e semi-profissionais, fornecidas pelo MIS, foram utilizadas. Até o nome do vídeo foi dado pelo grupo.

Depois da exibição, houve um debate sobre os profissionais e participantes do projeto. Formaram a mesa: Daniel A. Rubio, documentarista de questões ambientais e sociais – Brasil e América do Sul; Ícaro San Carlo, Jéssica Brito e Liza Freitas, educadores do  MIS, Elen Cristina Souza Döppenschmitt, da Equipe Social CDHU, e os alunos da oficina Edivaldo Santos e Sergio D. Santana Freitas.

“O social da CDHU faz o trabalho de pós-ocupação muito próximo ao morador, sempre estão no conjunto e conversam bastante. O bom é que, além do que aprendemos com o trabalho do pós-ocupação, eles oferecem muitas oficinas: manicure, pedicure, recreação, palestras. Tomara que continuem com esse trabalho”, afirma o produtor do vídeo Edivaldo Santos, síndico do Bela Vista D.

O trabalho das assistentes sociais no empreendimento acabou há mais de três anos. Mesmo assim, ainda há atividades e interação do Poder Público com as famílias.

O “Condomínio das Memórias” será exibido também no dia 16 de dezembro, no Canteiro Aberto de Obras da Vila Itororó. Além de ser disponibilizado na internet, com perspectiva de distribuição para outros canais (TVTAL, TV Câmara, Cine Solar – circuito de exibição itinerante). Os participantes receberam certificado.

Projeto Cine Casulo
O projeto envolve a capacitação de moradores dos conjuntos habitacionais da CDHU em audiovisual. Eles aprendem técnicas de captação de imagens e áudio e de elaboração de roteiro para filmes documentários para que possam retratar a vida no pós-ocupação, isto é, como se constitui de fato o viver nos conjuntos habitacionais após a ocupação.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!