ATUAÇÃO

Com articulação do DEM, Câmara aprova texto-base do Cadastro Positivo

10 de maio de 2018

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (09) o texto-base do Projeto de Lei Complementar (PLP 411/17), que cria o Cadastro Positivo. O líder do Democratas na Câmara, deputado Rodrigo Garcia (SP), defendeu a aprovação do texto. “É um projeto ganha-ganha: vai aperfeiçoar o sistema de crédito e garantir acesso mais barato para as famílias brasileiras”, argumentou.
O parlamentar fez questão de desmistificar algumas inverdades que têm sido ditas sobre o projeto: obrigatoriedade, quebra de sigilo e aumento de juros. Rodrigo Garcia disse que é preciso esclarecer essas questões para que a sociedade entenda que o projeto vai beneficiar a todos.
“Em relação à obrigatoriedade, é importante ressaltar que o cidadão poderá optar por não participar do Cadastro Positivo”, frisou. “Outra questão relevante é que o sigilo das informações financeiras será preservado”, enfatizou. “Além disso, com a aprovação desse projeto, os juros, naturalmente, cairão”, assegurou. “É a lei da oferta e procura, que vai gerar uma competição saudável, onde quem sairá ganhando é a sociedade, que terá crédito mais barato e um sistema mais eficiente”, argumentou.
Rodrigo também destacou que o texto final do relator abrangeu todas as preocupações e angústias de quem tinha dúvidas em relação ao tema. “Todos sairão ganhando e o país poderá fazer um planejamento estruturado a médio e longo prazo, dando maior credibilidade ao sistema de crédito”, concluiu.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

Com articulação do DEM, Câmara aprova texto-base do Cadastro Positivo

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (09) o texto-base do Projeto de Lei Complementar (PLP 411/17), que cria o Cadastro Positivo. O líder do Democratas na Câmara, deputado Rodrigo Garcia (SP), defendeu a aprovação do texto. “É um projeto ganha-ganha: vai aperfeiçoar o sistema de crédito e garantir acesso mais barato para as famílias brasileiras”, argumentou.
O parlamentar fez questão de desmistificar algumas inverdades que têm sido ditas sobre o projeto: obrigatoriedade, quebra de sigilo e aumento de juros. Rodrigo Garcia disse que é preciso esclarecer essas questões para que a sociedade entenda que o projeto vai beneficiar a todos.
“Em relação à obrigatoriedade, é importante ressaltar que o cidadão poderá optar por não participar do Cadastro Positivo”, frisou. “Outra questão relevante é que o sigilo das informações financeiras será preservado”, enfatizou. “Além disso, com a aprovação desse projeto, os juros, naturalmente, cairão”, assegurou. “É a lei da oferta e procura, que vai gerar uma competição saudável, onde quem sairá ganhando é a sociedade, que terá crédito mais barato e um sistema mais eficiente”, argumentou.
Rodrigo também destacou que o texto final do relator abrangeu todas as preocupações e angústias de quem tinha dúvidas em relação ao tema. “Todos sairão ganhando e o país poderá fazer um planejamento estruturado a médio e longo prazo, dando maior credibilidade ao sistema de crédito”, concluiu.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!