ATUAÇÃO

DEM vota sim e garante investimento em T.I. e comunicação

9 de maio de 2018

A bancada do Democratas e o seu líder na Câmara, Rodrigo Garcia (SP), aprovaram, nesta terça-feira (8/5), da MP – Medida Provisória 810/17. O deputado destacou a importância desta aprovação, que concede mais prazo para que empresas de tecnologia da informação e da comunicação invistam recursos vinculados à isenção de tributos em atividades de pesquisa e desenvolvimento.

“Não há liberação de recursos, apenas mais prazo para que as empresas façam os investimentos. O texto aprovado ainda avança no sentido de exigir que os benefícios sejam concedidos somente com a comprovação, por parte das empresas, da regularidade das contribuições para o sistema de seguridade social”, afirmou.

Para ter direito ao benefício, as empresas precisam apresentar relatórios ao Governo Federal. Muitos desses documentos, no entanto, não foram analisados no período necessário para garantir o investimento. Estima-se que um total de R$ 1 milhão possa ser investido no prazo de até 48 meses.

Durante o debate da matéria, deputados do Democratas ressaltaram a necessidade de aprovação da MP tendo em vista a necessidade de as empresas fazerem pesquisas e implementarem negócios, gerando renda e emprego.

A matéria foi aprovada após a obstrução da oposição ter sido vencida. “Os partidos que não têm votado não têm feito obstrução, tendo em vista a pauta. Fazem obstrução ao País”, disse o líder Rodrigo Garcia.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

DEM vota sim e garante investimento em T.I. e comunicação

A bancada do Democratas e o seu líder na Câmara, Rodrigo Garcia (SP), aprovaram, nesta terça-feira (8/5), da MP – Medida Provisória 810/17. O deputado destacou a importância desta aprovação, que concede mais prazo para que empresas de tecnologia da informação e da comunicação invistam recursos vinculados à isenção de tributos em atividades de pesquisa e desenvolvimento.

“Não há liberação de recursos, apenas mais prazo para que as empresas façam os investimentos. O texto aprovado ainda avança no sentido de exigir que os benefícios sejam concedidos somente com a comprovação, por parte das empresas, da regularidade das contribuições para o sistema de seguridade social”, afirmou.

Para ter direito ao benefício, as empresas precisam apresentar relatórios ao Governo Federal. Muitos desses documentos, no entanto, não foram analisados no período necessário para garantir o investimento. Estima-se que um total de R$ 1 milhão possa ser investido no prazo de até 48 meses.

Durante o debate da matéria, deputados do Democratas ressaltaram a necessidade de aprovação da MP tendo em vista a necessidade de as empresas fazerem pesquisas e implementarem negócios, gerando renda e emprego.

A matéria foi aprovada após a obstrução da oposição ter sido vencida. “Os partidos que não têm votado não têm feito obstrução, tendo em vista a pauta. Fazem obstrução ao País”, disse o líder Rodrigo Garcia.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!