ATUAÇÃO

Embaúba recebe o sorteio de 82 casas

27 de julho de 2017

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, participou nesta quinta-feira (27/7) do sorteio de inscritos para o Conjunto Habitacional Embaúba C, com 82 casas do Morar Bem, Viver Melhor. O evento aconteceu na Escola Estadual Saturnino Antônio Rosa, no Centro de Embaúba, na região administrativa de Barretos. O residencial está sendo construído pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), com investimento de R$ 9,8 milhões.
“Fizemos um sorteio totalmente transparente na frente de todos os inscritos e voltaremos em Embaúba para realizar uma entrega de 22 casas até dezembro deste ano, e as restantes em 2018”, disse o secretário Rodrigo Garcia.

O conjunto terá casas com aquecimento solar para água de chuveiro, dois dormitórios, 56,67 m² de área construída, sala, cozinha e banheiro. As moradias terão piso cerâmico e laje de forro de concreto, azulejos nas áreas úmidas, esquadrias de ferro, estrutura metálica para cobertura, muros de arrimo e muretas de divisa.

“A emoção tomou conta de mim hoje. Jamais imaginaria que conseguiria sair daqui com a minha casa. Agora eu espero que a ela seja uma das primeiras a ser entregues, em dezembro”, afirmou Roseli da Silva.

O prazo de financiamento das moradias será de até 30 anos e as prestações receberão subsídio do Governo do Estado, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Quem ganha até três salários mínimos vai desembolsar até 15% dos vencimentos. Do total de 247 inscritos, cerca de 90% tem renda de até três salários mínimos.

“É uma satisfação dar continuidade a este projeto, que teve início em 2011. Um trabalho que logo irá realizar o sonho da casa própria de muitas famílias de Embaúba”, disse o prefeito da cidade, Rogério Cleber Peres.

O residencial terá seis unidades destinadas a pessoas com deficiência, cinco para idosos, quatro para policiais e agentes penitenciários e uma para indivíduos que vivem sozinhos.

O Conjunto Habitacional Embaúba C incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação e será entregue com infraestrutura completa, pavimentação asfáltica, redes de esgoto e ligações domiciliares, drenagem, rede elétrica, guias e sarjetas. Além de passeio, iluminação pública, paisagismo, redes de água e ligações domiciliares.

Os sorteados serão convocados para o processo de habilitação e deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. É preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, morar no município há pelo menos cinco anos ou atestar que o chefe da família trabalha na cidade no mínimo pelo mesmo período, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Os idosos precisam ter idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos, de 30 anos. As inscrições para o sorteio foram realizadas no dia 19 de março, no Centro Comunitário José Ignácio Ribeiro.

De acordo com estudo realizado pela CDHU, são criados 14,5 empregos diretos a cada R$ 1 milhão investido em construção residencial, o que equivale a 142 empregos diretos criados pela obra.

Desde 2011, a região administrativa de Barretos recebeu 1.152 moradias populares, por meio da CDHU e do programa Casa Paulista. Além disso, há 824 habitações de interesse social em construção.

Morar Bem, Viver Melhor
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.

COMENTÁRIOS (0)

Desejo receber os boletins informativos de Rodrigo Garcia.

ATUAÇÃO

Embaúba recebe o sorteio de 82 casas

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, participou nesta quinta-feira (27/7) do sorteio de inscritos para o Conjunto Habitacional Embaúba C, com 82 casas do Morar Bem, Viver Melhor. O evento aconteceu na Escola Estadual Saturnino Antônio Rosa, no Centro de Embaúba, na região administrativa de Barretos. O residencial está sendo construído pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), com investimento de R$ 9,8 milhões.
“Fizemos um sorteio totalmente transparente na frente de todos os inscritos e voltaremos em Embaúba para realizar uma entrega de 22 casas até dezembro deste ano, e as restantes em 2018”, disse o secretário Rodrigo Garcia.

O conjunto terá casas com aquecimento solar para água de chuveiro, dois dormitórios, 56,67 m² de área construída, sala, cozinha e banheiro. As moradias terão piso cerâmico e laje de forro de concreto, azulejos nas áreas úmidas, esquadrias de ferro, estrutura metálica para cobertura, muros de arrimo e muretas de divisa.

“A emoção tomou conta de mim hoje. Jamais imaginaria que conseguiria sair daqui com a minha casa. Agora eu espero que a ela seja uma das primeiras a ser entregues, em dezembro”, afirmou Roseli da Silva.

O prazo de financiamento das moradias será de até 30 anos e as prestações receberão subsídio do Governo do Estado, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Quem ganha até três salários mínimos vai desembolsar até 15% dos vencimentos. Do total de 247 inscritos, cerca de 90% tem renda de até três salários mínimos.

“É uma satisfação dar continuidade a este projeto, que teve início em 2011. Um trabalho que logo irá realizar o sonho da casa própria de muitas famílias de Embaúba”, disse o prefeito da cidade, Rogério Cleber Peres.

O residencial terá seis unidades destinadas a pessoas com deficiência, cinco para idosos, quatro para policiais e agentes penitenciários e uma para indivíduos que vivem sozinhos.

O Conjunto Habitacional Embaúba C incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação e será entregue com infraestrutura completa, pavimentação asfáltica, redes de esgoto e ligações domiciliares, drenagem, rede elétrica, guias e sarjetas. Além de passeio, iluminação pública, paisagismo, redes de água e ligações domiciliares.

Os sorteados serão convocados para o processo de habilitação e deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. É preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, morar no município há pelo menos cinco anos ou atestar que o chefe da família trabalha na cidade no mínimo pelo mesmo período, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Os idosos precisam ter idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos, de 30 anos. As inscrições para o sorteio foram realizadas no dia 19 de março, no Centro Comunitário José Ignácio Ribeiro.

De acordo com estudo realizado pela CDHU, são criados 14,5 empregos diretos a cada R$ 1 milhão investido em construção residencial, o que equivale a 142 empregos diretos criados pela obra.

Desde 2011, a região administrativa de Barretos recebeu 1.152 moradias populares, por meio da CDHU e do programa Casa Paulista. Além disso, há 824 habitações de interesse social em construção.

Morar Bem, Viver Melhor
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.

COMENTÁRIOS (0)

Desejo receber os boletins informativos de Rodrigo Garcia.