ATUAÇÃO

Novais recebe sorteio de 109 casas do Morar Bem, Viver Melhor

28 de outubro de 2017

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, participou neste sábado (28/10) do sorteio de inscritos para o Conjunto Habitacional Novais D, com 109 casas do Morar Bem, Viver Melhor, em Novais, na região de São José do rio Preto. O evento, que seleciona os beneficiados com as moradias viabilizadas por meio da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, aconteceu no Ginásio Municipal – rua Luis Fernandes Herreira, s/nº.

Das 109 moradias populares, (7%) são destinadas a pessoas com deficiência, (5%) a idosos, (4%) para policiais e agentes penitenciários. As demais unidades serão sorteadas entre a população geral inscrita, sendo uma unidade para quem vive só. As inscrições foram realizadas no dia 3 de agosto deste ano. “O governador Mário Covas criou lá atrás o sorteio, que uma forma justa e transparente de escolher as famílias que serão beneficiadas pelas casas construídas pelo Estado. Então, é muito importante que vocês paguem em dia a sua prestação para que possamos continuar fazendo casa para quem precisa de casa”, destacou o secretário Rodrigo Garcia.

As famílias sorteadas serão convocadas para o processo de habilitação que acontecerá no dia 1º de novembro de 2017, no Clube Recreativo Vereador Eduardo Fernandes Dias, na Praça Lourenço Gil Martins, nº 187, Centro. Na ocasião, deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. “Hoje, temos a oportunidade e alegria de fazer este sorteio, um sorteio transparente. Agradeço de coração a toda a equipe da Habitação e da CDHU por tirarmos essas famílias do aluguel”, disse o prefeito Fábio Donizete da Silva.

É preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, morar no município há pelo menos cinco anos ou atestar que o chefe da família trabalha em Novais no mínimo pelo mesmo período, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Os idosos precisam ter idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos 30 anos ou mais.

Maria Viviane da Silva dos Santos,de 21 anos, vive junto há seis anos com Leandro Gustavo dos Santos Reis, de 31. Finalmente, sairão do aluguel. “É a melhor coisa que poderia nos acontecer. Só em pensar em pagar uma coisa que é sua já enche o coração de alegria. Já fazemos planos. Queremos aumentar um cômodo. A família vai crescer”, disse Leandro, cheio de ideias para o novo lar.

O empreendimento é viabilizado pelo Programa Morar Bem, Viver Melhor, por meio da CDHU. O conjunto terá 361 unidades de dois dormitórios, com 56,67 m² de área construída, sala, cozinha, banheiro e área de serviço e está sendo edificado no prolongamento da Rua Félix Gonzales Rebolo, Quinhão 3, Sítio São Pedro. O prazo de financiamento das moradias será de até 25 anos e as prestações receberão subsídio do Governo do Estado, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Assim, famílias que ganham entre um e três salários mínimos pagarão o equivalente a 15% dos rendimentos.

O residencial incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação e será entregue com infraestrutura completa, pavimentação, paisagismo, redes de água, esgoto e elétrica, sistema de drenagem e iluminação pública. As casas terão sistema hidráulico preparado para receber aquecedores solares para água do chuveiro. O investimento na obra é de R$ 12,9 milhões.

Desde 2011, a região de São José do Rio Preto recebeu 9.324 moradias populares, por meio da CDHU e da Casa Paulista, braços operacionais da Secretaria de Estado da Habitação. Além disso, 1.776 habitações de interesse social em construção e outras 4.149 programadas.

Morar Bem, Viver Melhor
Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente e qualidade de vida para as famílias atendidas.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

Novais recebe sorteio de 109 casas do Morar Bem, Viver Melhor

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, participou neste sábado (28/10) do sorteio de inscritos para o Conjunto Habitacional Novais D, com 109 casas do Morar Bem, Viver Melhor, em Novais, na região de São José do rio Preto. O evento, que seleciona os beneficiados com as moradias viabilizadas por meio da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, aconteceu no Ginásio Municipal – rua Luis Fernandes Herreira, s/nº.

Das 109 moradias populares, (7%) são destinadas a pessoas com deficiência, (5%) a idosos, (4%) para policiais e agentes penitenciários. As demais unidades serão sorteadas entre a população geral inscrita, sendo uma unidade para quem vive só. As inscrições foram realizadas no dia 3 de agosto deste ano. “O governador Mário Covas criou lá atrás o sorteio, que uma forma justa e transparente de escolher as famílias que serão beneficiadas pelas casas construídas pelo Estado. Então, é muito importante que vocês paguem em dia a sua prestação para que possamos continuar fazendo casa para quem precisa de casa”, destacou o secretário Rodrigo Garcia.

As famílias sorteadas serão convocadas para o processo de habilitação que acontecerá no dia 1º de novembro de 2017, no Clube Recreativo Vereador Eduardo Fernandes Dias, na Praça Lourenço Gil Martins, nº 187, Centro. Na ocasião, deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. “Hoje, temos a oportunidade e alegria de fazer este sorteio, um sorteio transparente. Agradeço de coração a toda a equipe da Habitação e da CDHU por tirarmos essas famílias do aluguel”, disse o prefeito Fábio Donizete da Silva.

É preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, morar no município há pelo menos cinco anos ou atestar que o chefe da família trabalha em Novais no mínimo pelo mesmo período, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Os idosos precisam ter idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos 30 anos ou mais.

Maria Viviane da Silva dos Santos,de 21 anos, vive junto há seis anos com Leandro Gustavo dos Santos Reis, de 31. Finalmente, sairão do aluguel. “É a melhor coisa que poderia nos acontecer. Só em pensar em pagar uma coisa que é sua já enche o coração de alegria. Já fazemos planos. Queremos aumentar um cômodo. A família vai crescer”, disse Leandro, cheio de ideias para o novo lar.

O empreendimento é viabilizado pelo Programa Morar Bem, Viver Melhor, por meio da CDHU. O conjunto terá 361 unidades de dois dormitórios, com 56,67 m² de área construída, sala, cozinha, banheiro e área de serviço e está sendo edificado no prolongamento da Rua Félix Gonzales Rebolo, Quinhão 3, Sítio São Pedro. O prazo de financiamento das moradias será de até 25 anos e as prestações receberão subsídio do Governo do Estado, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Assim, famílias que ganham entre um e três salários mínimos pagarão o equivalente a 15% dos rendimentos.

O residencial incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação e será entregue com infraestrutura completa, pavimentação, paisagismo, redes de água, esgoto e elétrica, sistema de drenagem e iluminação pública. As casas terão sistema hidráulico preparado para receber aquecedores solares para água do chuveiro. O investimento na obra é de R$ 12,9 milhões.

Desde 2011, a região de São José do Rio Preto recebeu 9.324 moradias populares, por meio da CDHU e da Casa Paulista, braços operacionais da Secretaria de Estado da Habitação. Além disso, 1.776 habitações de interesse social em construção e outras 4.149 programadas.

Morar Bem, Viver Melhor
Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente e qualidade de vida para as famílias atendidas.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!