ATUAÇÃO

Rio +20 trará projeção do Brasil no mundo

14 de junho de 2012

O Brasil sediando mais uma vez esse tipo de encontro é notícia no mundo

Chefes de Estado estão reunidos desde ontem (13) no Pavilhão do Brasil, no Rio de Janeiro, para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. É a segunda vez que o Brasil sedia o encontro – a primeira foi no governo Fernando Collor de Melo, em 1992, com a Eco 92. Para o líder do Democratas no Senado, José Agripino (RN), o encontro dará ao Brasil uma projeção de personalidade e respeitabilidade no mundo no que diz respeito à proteção do meio ambiente e da ecologia.

“É um grande orgulho para nosso país sediar o encontro Rio +20, onde ecologia e meio ambiente serão discutidos. Dezenas de chefes de Estado estarão reunidos para debater e tomar compromissos em relação à sustentabilidade do planeta. O Brasil sediando mais uma vez esse tipo de encontro é noticia no mundo e adquire personalidade e respeitabilidade no campo da proteção do meio ambiente e da ecologia”, disse José Agripino.

São Paulo, assim como as demais Unidades Federativas, está na Rio +20. Um dos destaques que o Governo do Estado leva à Conferência é o programa São Paulo Solidário de erradicação da extrema pobreza, implantado durante a gestão do deputado Rodrigo Garcia à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social. “O São Paulo Solidário pretende, até 2014, acabar com a extrema pobreza nos 645 municípios do Estado, lembrando que a maior concentração da miséria está nos grandes centros urbanos” diz Rodrigo Garcia.

O Pavilhão do Brasil conta com uma estrutura de 4 mil metros quadrados construída com contêineres reaproveitáveis. Além do Brasil, dezenas de países montaram estandes e pavilhões para apresentar ações e iniciativas sociais, econômicas e ambientalmente sustentáveis no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, zona oeste, em frente ao Riocentro, principal sede das reuniões da conferência. A Rio +20 termina no dia 22 de junho.

COMENTÁRIOS (0)

Desejo receber os boletins informativos de Rodrigo Garcia.

ATUAÇÃO

Rio +20 trará projeção do Brasil no mundo

O Brasil sediando mais uma vez esse tipo de encontro é notícia no mundo

Chefes de Estado estão reunidos desde ontem (13) no Pavilhão do Brasil, no Rio de Janeiro, para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. É a segunda vez que o Brasil sedia o encontro – a primeira foi no governo Fernando Collor de Melo, em 1992, com a Eco 92. Para o líder do Democratas no Senado, José Agripino (RN), o encontro dará ao Brasil uma projeção de personalidade e respeitabilidade no mundo no que diz respeito à proteção do meio ambiente e da ecologia.

“É um grande orgulho para nosso país sediar o encontro Rio +20, onde ecologia e meio ambiente serão discutidos. Dezenas de chefes de Estado estarão reunidos para debater e tomar compromissos em relação à sustentabilidade do planeta. O Brasil sediando mais uma vez esse tipo de encontro é noticia no mundo e adquire personalidade e respeitabilidade no campo da proteção do meio ambiente e da ecologia”, disse José Agripino.

São Paulo, assim como as demais Unidades Federativas, está na Rio +20. Um dos destaques que o Governo do Estado leva à Conferência é o programa São Paulo Solidário de erradicação da extrema pobreza, implantado durante a gestão do deputado Rodrigo Garcia à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social. “O São Paulo Solidário pretende, até 2014, acabar com a extrema pobreza nos 645 municípios do Estado, lembrando que a maior concentração da miséria está nos grandes centros urbanos” diz Rodrigo Garcia.

O Pavilhão do Brasil conta com uma estrutura de 4 mil metros quadrados construída com contêineres reaproveitáveis. Além do Brasil, dezenas de países montaram estandes e pavilhões para apresentar ações e iniciativas sociais, econômicas e ambientalmente sustentáveis no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, zona oeste, em frente ao Riocentro, principal sede das reuniões da conferência. A Rio +20 termina no dia 22 de junho.

COMENTÁRIOS (0)

Desejo receber os boletins informativos de Rodrigo Garcia.