ATUAÇÃO

Rodrigo está atento à proposta de linha de crédito para Santas Casas

28 de agosto de 2018

Diante da importância do atendimento feito pelas Santas Casas e hospitais filantrópicos, Rodrigo Garcia (SP), líder do Democratas na Câmara dos Deputados, disse sábado (25/8) que está atento ao texto e à tramitação da MP – Medida Provisória 848, recém-chegada ao Congresso. “Só em São Paulo, 50% do atendimento à população é feito em hospitais filantrópicos. Ao lado das Santas Casas, estas instituições prestam um importante serviço à saúde da população, atividade que deve ser fortalecida, inclusive com a melhoria da gestão”, disse.

O texto em debate em Brasília abre uma linha de crédito que destina 5% dos recursos do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para as entidades. A expectativa é de que a medida fortaleça o setor e permita melhoria dos serviços prestados à população.

Rodrigo Garcia lembra que, pelo texto, os recursos do FGTS deverão ser aplicados em habitação, saneamento básico, infraestrutura urbana e em operações de crédito destinadas às entidades hospitalares filantrópicas e sem fins lucrativos que participem de forma complementar do SUS – Sistema Único de Saúde. De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente o Brasil conta com três mil serviços filantrópicos que prestam atendimento ao SUS.

Durante sua passagem por Santa Fé do Sul, no último fim de semana, em entrevista às rádios locais, Rodrigo falou sobre a questão da Saúde e inclusive ressaltou que tem propostas previstas sobre o assunto no Plano de Governo da Coligação Acelera São Paulo, na qual é candidato a vice-governador do Estado, na chapa encabeçada por João Doria (PSDB). Confira trecho da entrevista aqui.

 

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

Rodrigo está atento à proposta de linha de crédito para Santas Casas

Diante da importância do atendimento feito pelas Santas Casas e hospitais filantrópicos, Rodrigo Garcia (SP), líder do Democratas na Câmara dos Deputados, disse sábado (25/8) que está atento ao texto e à tramitação da MP – Medida Provisória 848, recém-chegada ao Congresso. “Só em São Paulo, 50% do atendimento à população é feito em hospitais filantrópicos. Ao lado das Santas Casas, estas instituições prestam um importante serviço à saúde da população, atividade que deve ser fortalecida, inclusive com a melhoria da gestão”, disse.

O texto em debate em Brasília abre uma linha de crédito que destina 5% dos recursos do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para as entidades. A expectativa é de que a medida fortaleça o setor e permita melhoria dos serviços prestados à população.

Rodrigo Garcia lembra que, pelo texto, os recursos do FGTS deverão ser aplicados em habitação, saneamento básico, infraestrutura urbana e em operações de crédito destinadas às entidades hospitalares filantrópicas e sem fins lucrativos que participem de forma complementar do SUS – Sistema Único de Saúde. De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente o Brasil conta com três mil serviços filantrópicos que prestam atendimento ao SUS.

Durante sua passagem por Santa Fé do Sul, no último fim de semana, em entrevista às rádios locais, Rodrigo falou sobre a questão da Saúde e inclusive ressaltou que tem propostas previstas sobre o assunto no Plano de Governo da Coligação Acelera São Paulo, na qual é candidato a vice-governador do Estado, na chapa encabeçada por João Doria (PSDB). Confira trecho da entrevista aqui.

 

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!