ATUAÇÃO

Rodrigo Garcia vistoria conjunto em Paraisópolis, com 112 apartamentos

3 de julho de 2017

O secretário da Habitação do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, vistoriou na manhã desta segunda-feira (3/7) o Conjunto Habitacional Vila Andrade C. O empreendimento, construído pelo Estado, fica na rua Doutor Jerônimo Campos Freire, em Paraisópolis, zona sul da Capital.

“Além da produção de unidades habitacionais no Interior e na Capital, o Governo do Estado tem trabalhado também na urbanização e requalificação de comunidades”, disse o secretário Rodrigo Garcia.

O residencial recebe um investimento de R$ 8,8 milhões no total. São R$ 6 milhões da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo, um dos braços operacionais da Secretaria de Estado da Habitação, e R$ 2,8 milhões de recursos pelo PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal. A previsão de conclusão dos 112 apartamentos é para agosto deste ano. Já foram executados 95% das obras.

Do total de unidades, quatro serão destinadas a pessoas com deficiência, que ficam nos blocos 5 e 6. As outras habitações serão para famílias removidas pela Prefeitura de São Paulo e que estavam em locais que receberam obras públicas ou em áreas de risco.

As unidades possuem dois dormitórios, com área útil de 43,36 m². Além de banheiro e cozinha com azulejos até o teto, as moradias têm pisos cerâmicos, esquadrias em ferro, rede de gás encanado e aquecedores a gás. Terá também toda a infraestrutura necessária, com sistema viário, drenagem e pavimentação, rede de água, esgoto, energia elétrica, iluminação pública, implantação de paisagismo, áreas verdes e de lazer.

Urbanização de Paraisópolis
Desde 2011, a CDHU viabilizou 786 unidades habitacionais na comunidade da zona sul. Desse total, 400 moradias já foram entregues: Vila Andrade B (172), Vila Andrade D (56), Vila Andrade G (116) e o Campo Limpo G2 (56). Outras 112 unidades estão em obras no Vila Andrade C. Mais 274 habitações de interesse social estão programadas nos conjuntos Campo Limpo L5, L9 e L10. Os projetos desses três últimos conjuntos estão sendo finalizados.

Os moradores desses residenciais são indicados pela Secretaria Municipal de Habitação. São famílias que foram removidas de áreas de risco e locais que receberam ou vão receber de obras públicas. Durante a construção dos conjuntos, elas receberam auxílio-moradia até serem contempladas com moradia definitiva.

Esses projetos envolvem um total de R$ 37,8 milhões de investimento. Pela Companhia estadual, foram destinados R$ 8,2 milhões. A contrapartida é dada pelo Governo Federal, por meio do PAC, que somam R$ 29,6 milhões.

Morar Bem, Viver Melhor
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.

COMENTÁRIOS (0)

Desejo receber os boletins informativos de Rodrigo Garcia.

ATUAÇÃO

Rodrigo Garcia vistoria conjunto em Paraisópolis, com 112 apartamentos

O secretário da Habitação do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, vistoriou na manhã desta segunda-feira (3/7) o Conjunto Habitacional Vila Andrade C. O empreendimento, construído pelo Estado, fica na rua Doutor Jerônimo Campos Freire, em Paraisópolis, zona sul da Capital.

“Além da produção de unidades habitacionais no Interior e na Capital, o Governo do Estado tem trabalhado também na urbanização e requalificação de comunidades”, disse o secretário Rodrigo Garcia.

O residencial recebe um investimento de R$ 8,8 milhões no total. São R$ 6 milhões da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo, um dos braços operacionais da Secretaria de Estado da Habitação, e R$ 2,8 milhões de recursos pelo PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal. A previsão de conclusão dos 112 apartamentos é para agosto deste ano. Já foram executados 95% das obras.

Do total de unidades, quatro serão destinadas a pessoas com deficiência, que ficam nos blocos 5 e 6. As outras habitações serão para famílias removidas pela Prefeitura de São Paulo e que estavam em locais que receberam obras públicas ou em áreas de risco.

As unidades possuem dois dormitórios, com área útil de 43,36 m². Além de banheiro e cozinha com azulejos até o teto, as moradias têm pisos cerâmicos, esquadrias em ferro, rede de gás encanado e aquecedores a gás. Terá também toda a infraestrutura necessária, com sistema viário, drenagem e pavimentação, rede de água, esgoto, energia elétrica, iluminação pública, implantação de paisagismo, áreas verdes e de lazer.

Urbanização de Paraisópolis
Desde 2011, a CDHU viabilizou 786 unidades habitacionais na comunidade da zona sul. Desse total, 400 moradias já foram entregues: Vila Andrade B (172), Vila Andrade D (56), Vila Andrade G (116) e o Campo Limpo G2 (56). Outras 112 unidades estão em obras no Vila Andrade C. Mais 274 habitações de interesse social estão programadas nos conjuntos Campo Limpo L5, L9 e L10. Os projetos desses três últimos conjuntos estão sendo finalizados.

Os moradores desses residenciais são indicados pela Secretaria Municipal de Habitação. São famílias que foram removidas de áreas de risco e locais que receberam ou vão receber de obras públicas. Durante a construção dos conjuntos, elas receberam auxílio-moradia até serem contempladas com moradia definitiva.

Esses projetos envolvem um total de R$ 37,8 milhões de investimento. Pela Companhia estadual, foram destinados R$ 8,2 milhões. A contrapartida é dada pelo Governo Federal, por meio do PAC, que somam R$ 29,6 milhões.

Morar Bem, Viver Melhor
O Morar Bem, Viver Melhor é a Política Habitacional do Estado de São Paulo. Reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente, inovações e qualidade de vida para as famílias atendidas.

COMENTÁRIOS (0)

Desejo receber os boletins informativos de Rodrigo Garcia.