ATUAÇÃO

SP obtém maior pontuação em novo ranking de transparência sobre a COVID-19

8 de julho de 2020

Estado teve mais 57 pontos em relação à medição anterior e status de “ótimo” em levantamento sobre contratações emergenciais na pandemia

São Paulo obteve melhor pontuação em novo ranking divulgado pela ONG Transparência Internacional nesta segunda-feira (29/6/2020) sobre contratações emergenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. O Estado conquistou 84,8 pontos e o status de “ótimo”, melhor conceito do ranking. Em comparação com o levantamento divulgado em 21 de maio, São Paulo teve acréscimo de 57 pontos e foi o Estado que registrou maior alta na pontuação entre os dois rankings.

“Há um esforço constante da gestão pública pela transparência, seja na adequação ou implementação das novas recomendações dos órgãos reguladores. No caso do enfrentamento à COVID-19, o Estado trabalhou com a urgência exigida para a implantação das medidas, ao mesmo tempo que construiu um sistema de informações que atendesse às demandas da sociedade”, afirma o vice-governador Rodrigo Garcia, que também comanda a Secretaria de Governo.

O Estado de São Paulo subiu 14 posições no ranking em comparação com o levantamento divulgado em maio e está em 12º lugar, junto com Amazonas e Rio Grande do Sul. Em 21 de maio, São Paulo foi classificado em 26º lugar, com 27,8 pontos e status de “ruim”.

O ranking avalia se as informações sobre os gastos emergenciais com a pandemia estão divulgadas nos portais dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal. A pontuação oscila entre 0 e 100, em que os mais transparentes se aproximam da nota máxima. O período de coleta das informações foi entre 15 e 18 de junho.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

SP obtém maior pontuação em novo ranking de transparência sobre a COVID-19

Estado teve mais 57 pontos em relação à medição anterior e status de “ótimo” em levantamento sobre contratações emergenciais na pandemia

São Paulo obteve melhor pontuação em novo ranking divulgado pela ONG Transparência Internacional nesta segunda-feira (29/6/2020) sobre contratações emergenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. O Estado conquistou 84,8 pontos e o status de “ótimo”, melhor conceito do ranking. Em comparação com o levantamento divulgado em 21 de maio, São Paulo teve acréscimo de 57 pontos e foi o Estado que registrou maior alta na pontuação entre os dois rankings.

“Há um esforço constante da gestão pública pela transparência, seja na adequação ou implementação das novas recomendações dos órgãos reguladores. No caso do enfrentamento à COVID-19, o Estado trabalhou com a urgência exigida para a implantação das medidas, ao mesmo tempo que construiu um sistema de informações que atendesse às demandas da sociedade”, afirma o vice-governador Rodrigo Garcia, que também comanda a Secretaria de Governo.

O Estado de São Paulo subiu 14 posições no ranking em comparação com o levantamento divulgado em maio e está em 12º lugar, junto com Amazonas e Rio Grande do Sul. Em 21 de maio, São Paulo foi classificado em 26º lugar, com 27,8 pontos e status de “ruim”.

O ranking avalia se as informações sobre os gastos emergenciais com a pandemia estão divulgadas nos portais dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal. A pontuação oscila entre 0 e 100, em que os mais transparentes se aproximam da nota máxima. O período de coleta das informações foi entre 15 e 18 de junho.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!