ATUAÇÃO

Vice debate criação de Região Metropolitana

27 de fevereiro de 2021

O vice-governador e secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, participou na manhã deste sábado (27/2/2021) de audiência pública sobre a proposta de nova divisão regional do Estado e a criação da Região Metropolitana (RM) de São José do Rio Preto. O debate aconteceu na Câmara Municipal, em Rio Preto. “A criação da Região Metropolitana é um fator decisivo para o desenvolvimento da região. Aqui, já temos ótimos indicadores sociais e econômicos, mas nossa intenção é que com sua criação nós tenhamos mais qualidade de vida e de oportunidades”, ressalta Rodrigo.

Segundo o vice-governador, a audiência é histórica para Rio Preto. “Várias autoridades presentes aqui ao longo dos anos criaram mecanismos para que agora o Governo João Doria pudesse realizar estudos, apresentar dados e levar a proposta para a Assembleia Legislativa. Aprovada, os municípios terão acesso a outros instrumentos do Governo do Estado, como o Conselho Metropolitano de São José do Rio Preto e o acesso ao fundo de Desenvolvimento Regional”, explica.

Um dos objetivos da criação da nova Região Metropolitana é facilitar o desenvolvimento de projetos regionais em benefício dos municípios que a localidade abrange. Este é um desejo antigo de prefeitos e parlamentares da região e contou para a consolidação desse projeto com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Regional.

“Hoje, é um grande dia para São José do Rio Preto com a primeira audiência pública para a consolidação da Região Metropolitana, mas também damos início a nova regionalização do Estado de São Paulo. Rio Preto é uma das regiões que mais se desenvolveu nos últimos anos e buscamos continuar trabalhando em prol da população”, afirma o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

A nova Região Metropolitana de São José do Rio Preto possuirá população estimada de 845.225 habitantes, sendo 1,89% da população total do Estado, que hoje é de 44, 6 milhões. O município de São José do Rio Preto tem 447.924 habitantes, pouco mais da metade da população regional. O PIB – Produto Interno Bruto regional soma R$ 30 milhões.

O assessor da Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Marcos Campagnone apresentou o estudo técnico que levará à criação da Região Metropolitana e à seleção dos municípios que deverão integrá-la. O estudo teve como embasamento técnico o Projeto Dispersão Urbana (Fundação Seade – Sistema Estadual de Análise de Dados), Estudo da Rede Urbana Paulista (Fundação Seade) e o Regic 2018 (IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A população dos 35 municípios apontados pelo estudo para integrar a nova Região Metropolitana do Estado poderá apresentar suas sugestões por e-mail: audienciapublica@sdr.sp.gov.br, até 7 de março de 2021. Os municípios previstos são: Adolfo, Bady BassiTt, Bálsamo, Cedral, Guapiaçu, Ibirá, Icém, Ipiguá, Irapuã, Jaci, José Bonifácio, Macaubal, Mendonça, Mirassol, Mirassolândia, Monte Aprazível, Neves Paulista, Nipoã, Nova Aliança, Nova Granada, Onda Verde, Orindiúva, Palestina, Paulo de Faria, Planalto, Poloni, Potirendaba, Sales, São José do Rio Preto, Tanabi, Ubarana, Uchoa, União Paulista, Urupês e Zacarias.

Participaram presencialmente do evento, além do vice-governador e secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia; Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional; Edinho Araújo, prefeito de São José do Rio Preto; vereador Pedro Roberto, presidente da Câmara Municipal de Rio Preto; além de outros parlamentares municipais estaduais e federais.

Em razão da pandemia de COVID-19 e das medidas de contenção para evitar sua disseminação, a audiência teve um número limitado de lugares para a participação presencial dos 35 prefeitos da região. Como meio alternativo para evitar aglomeração, a apresentação da proposta foi transmitida ao vivo na Câmara Municipal de São José do Rio Preto, pelos canais de comunicação e redes da Câmara, com retransmissão pelo Youtube (https://www.youtube.com/desenvolvimentoregionalsp) e pela página do Facebook da Secretaria de Desenvolvimento Regional (@desenvolvimentoregionalsp).

Nova Regionalização do território paulista
Um dos principais projetos do Desenvolvimento Regional para este ano é a nova organização territorial regional do Estado de São Paulo. A proposta foi desenvolvida em parceria com a Fundação Seade e apresentada na audiência pública.

O projeto final chegou à formatação com 36 novas organizações territoriais. Após a conclusão de audiências públicas em todas as novas organizações constituídas, será encaminhado um projeto de lei para aprovação da Assembleia Legislativa de São Paulo.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!

ATUAÇÃO

Vice debate criação de Região Metropolitana

O vice-governador e secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, participou na manhã deste sábado (27/2/2021) de audiência pública sobre a proposta de nova divisão regional do Estado e a criação da Região Metropolitana (RM) de São José do Rio Preto. O debate aconteceu na Câmara Municipal, em Rio Preto. “A criação da Região Metropolitana é um fator decisivo para o desenvolvimento da região. Aqui, já temos ótimos indicadores sociais e econômicos, mas nossa intenção é que com sua criação nós tenhamos mais qualidade de vida e de oportunidades”, ressalta Rodrigo.

Segundo o vice-governador, a audiência é histórica para Rio Preto. “Várias autoridades presentes aqui ao longo dos anos criaram mecanismos para que agora o Governo João Doria pudesse realizar estudos, apresentar dados e levar a proposta para a Assembleia Legislativa. Aprovada, os municípios terão acesso a outros instrumentos do Governo do Estado, como o Conselho Metropolitano de São José do Rio Preto e o acesso ao fundo de Desenvolvimento Regional”, explica.

Um dos objetivos da criação da nova Região Metropolitana é facilitar o desenvolvimento de projetos regionais em benefício dos municípios que a localidade abrange. Este é um desejo antigo de prefeitos e parlamentares da região e contou para a consolidação desse projeto com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Regional.

“Hoje, é um grande dia para São José do Rio Preto com a primeira audiência pública para a consolidação da Região Metropolitana, mas também damos início a nova regionalização do Estado de São Paulo. Rio Preto é uma das regiões que mais se desenvolveu nos últimos anos e buscamos continuar trabalhando em prol da população”, afirma o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

A nova Região Metropolitana de São José do Rio Preto possuirá população estimada de 845.225 habitantes, sendo 1,89% da população total do Estado, que hoje é de 44, 6 milhões. O município de São José do Rio Preto tem 447.924 habitantes, pouco mais da metade da população regional. O PIB – Produto Interno Bruto regional soma R$ 30 milhões.

O assessor da Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Marcos Campagnone apresentou o estudo técnico que levará à criação da Região Metropolitana e à seleção dos municípios que deverão integrá-la. O estudo teve como embasamento técnico o Projeto Dispersão Urbana (Fundação Seade – Sistema Estadual de Análise de Dados), Estudo da Rede Urbana Paulista (Fundação Seade) e o Regic 2018 (IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A população dos 35 municípios apontados pelo estudo para integrar a nova Região Metropolitana do Estado poderá apresentar suas sugestões por e-mail: audienciapublica@sdr.sp.gov.br, até 7 de março de 2021. Os municípios previstos são: Adolfo, Bady BassiTt, Bálsamo, Cedral, Guapiaçu, Ibirá, Icém, Ipiguá, Irapuã, Jaci, José Bonifácio, Macaubal, Mendonça, Mirassol, Mirassolândia, Monte Aprazível, Neves Paulista, Nipoã, Nova Aliança, Nova Granada, Onda Verde, Orindiúva, Palestina, Paulo de Faria, Planalto, Poloni, Potirendaba, Sales, São José do Rio Preto, Tanabi, Ubarana, Uchoa, União Paulista, Urupês e Zacarias.

Participaram presencialmente do evento, além do vice-governador e secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia; Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional; Edinho Araújo, prefeito de São José do Rio Preto; vereador Pedro Roberto, presidente da Câmara Municipal de Rio Preto; além de outros parlamentares municipais estaduais e federais.

Em razão da pandemia de COVID-19 e das medidas de contenção para evitar sua disseminação, a audiência teve um número limitado de lugares para a participação presencial dos 35 prefeitos da região. Como meio alternativo para evitar aglomeração, a apresentação da proposta foi transmitida ao vivo na Câmara Municipal de São José do Rio Preto, pelos canais de comunicação e redes da Câmara, com retransmissão pelo Youtube (https://www.youtube.com/desenvolvimentoregionalsp) e pela página do Facebook da Secretaria de Desenvolvimento Regional (@desenvolvimentoregionalsp).

Nova Regionalização do território paulista
Um dos principais projetos do Desenvolvimento Regional para este ano é a nova organização territorial regional do Estado de São Paulo. A proposta foi desenvolvida em parceria com a Fundação Seade e apresentada na audiência pública.

O projeto final chegou à formatação com 36 novas organizações territoriais. Após a conclusão de audiências públicas em todas as novas organizações constituídas, será encaminhado um projeto de lei para aprovação da Assembleia Legislativa de São Paulo.

COMENTÁRIOS (0)

Os comentários estão fechados!