#NadaResisteAoTrabalho

Eu sou um paulista raiz. Neto de espanhóis que chegaram a São Paulo em busca daquilo que São Paulo tem de melhor: oportunidade para todos. Meus avós chegaram, cresceram e criaram raízes aqui. Nasci em Tanabi, região noroeste, onde passei a infância e a adolescência em São José do Rio Preto. Aos 18 anos, me mudei para a capital para estudar direito.

Sou filho do Seu Paulino e da Dona Eurides. Meu pai foi industrial e é produtor rural. É dele a raiz do campo, da fazenda, do agro, que carrego comigo. Minha mãe era professora e muito linha-dura com os filhos. Nos educou com muita seriedade. Bom, tudo mudou em 1993, quando meu irmão mais velho, o Paulino, morreu em um acidente de carro. Eu perdi minha referência e meus pais, o primogênito. Se perdi um irmão, logo na sequência eu ganhei milhares de irmãos. Para manter a memória do meu irmão viva, minha mãe criou a Associação Espírita Rancho de Luz Paulino Garcia, que acolhe e cuida de centenas de crianças carentes em Rio Preto. Aquela experiência pra mim foi definitiva: minha mãe transformou a dor da perda de um filho em amor ao próximo.

Entrei cedo na política, também por influência do meu irmão mais velho. Aos 21 anos tive a honra e a sorte de trabalhar ao lado do Mário Covas como sub-secretário de Agricultura de São Paulo. Mário Covas é, sem dúvida, a minha maior inspiração na política. O jeitão espanhol dele era muito parecido com o dos meus avós: sempre presente, sério, comprometido, conciliador, determinado e verdadeiro. Daí em diante, minha vida foi toda dedicada à gestão pública. Fui vice-governador, secretário de Gestão na prefeitura de São Paulo e quatro vezes secretário no governo, presidente da Assembleia Legislativa aos 30 anos de idade, deputado federal por dois mandatos e líder de bancada em Brasília. Fui secretário de Gestão na prefeitura de São Paulo e três vezes secretário no governo do estado: secretário de Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico e secretário de Habitação.

Hoje, aos 47 anos, sou Governador do Estado de São Paulo. Foi vice-governador e secretário de Governo, coordenando todas as ações estratégicas do estado: vacinas, concessões, investimentos públicos, parcerias público-privadas e todos os grandes programas de gestão das demais secretarias. São 25 anos dedicados à gestão pública de São Paulo. Sempre inspirado pelo espírito humanitário de minha mãe, ajudei a criar e a implementar vários programas de inclusão social ao longo da minha carreira, programas que vão da distribuição de leite ao amparo do idoso, focando no combate à fome e à extrema pobreza.

Sei que, pra tocar tudo isso, conto com aquilo que há de mais importante na vida: minha família. Sou casado com a Luciana. A gente se conheceu em Rio Preto, nos anos 80 ainda! Eu me casei com a minha primeira namorada, minha eterna namorada. Temos 3 filhos: a Valentina, a Isabella e o João Pedro. Cada um tem o seu jeito de ser, mas acho que todos puxaram o meu jeitão calmo e detalhista de ser.

São Paulo é a minha raiz. Aqui nasci, estudei, cresci, tive meus filhos, vivo e viverei até meu último dia. E não tem nada mais forte e importante do que a raiz paulista. São Paulo só é São Paulo porque recebe gente do mundo todo com vontade de crescer, produzir, trabalhar e buscar um futuro melhor.